TRANSCENDÊNCIA.

Minha foto
Meu nome completo é Ivone Henriques Sato, sou casada e feliz por ter encontrado o amor em minha Vida com "V" MAIÚSCULO,como costumo dizer e escrever, aqui deixo meus pareceres sobre a Vida, minha linda e amada Vida que ganhei de presente. Sim, de presente, viver é mesmo um lindo presente, portanto agradeço imensamente, principalmente aos meus familiares queridos, meu casal de filhos, casados, felizes, meus netos amados, dois lindos casais, hoje estão ficando adolescentes, eu, ah, sou uma sexagenária feliz da vida!!!

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Assim é que acontece o conhecimento interior, o saber da alma!

O conhecimento da intimidade dos sonhos nos trazem resultados estranhos, entre esses a desilusão de muitos deles!

Pois sonhar é uma coisa, começar a criar na mente a possibilidade de os realizar eis que só na prática se pode confirmar.
Assim é que acontece o conhecimento interior, o saber da alma!
Ambiguidade existencial de todos os seres pensantes, pois a rotina é uma grande zona de conforto, nem todos conseguem ter coragem de enfrentar as adversidades e aos poucos vão caindo em uma vida ordinária, no sentido de repetição das coisas que já são conhecidas, a tal rotina!
Aceitação de que somos humanos, eis o primeiro fato a se entender, não temos certezas de nada, apenas idéias vagas e imprecisas a respeito da vida!
O segundo fato, em meu entender é não mentir a mim mesma, achando que minhas certezas sejam inabaláveis, aprendi que a rigidez de minhas atitudes causam problemas de relacionamentos, isso aprendi já faz tempo.
A terceira coisa que aprendi e coloquei em prática foi, aceito com naturalidade o estado ambíguo de minha existência, pois tudo o que preciso saber e entender é que posso sair da rotina confortável quando eu quiser e fazer a vida ficar menos ordinária!

Ivone

P.S  Esse texto escrevi faz pouco mais de um ano, postei no blog e agora, relendo, achei interessante republicar, pois a vida toma rumos inusitados, sendo assim, reflexões nos fazem bem, pelo menos para mim!

sexta-feira, 19 de junho de 2020

Desafios são os que não faltarão!

Novos nomes, novas percepções, novas palavras, eis o que tenho de aprender e para tanto, ler ainda é a melhor forma de se aprender a pensar e a escrever!
A capacidade de percepção está ligada aos novos nomes, novas atitudes, pois aquilo que não possa ser nomeado pela minha mente, não pode ser percebido.
Acredito que haverá sim grandes mudanças, já havia, mas a prática não era adotada, tenho de ampliar urgentemente a minha consciência e aumentar significadamente o meu vocabulário, do contrário, percebi que se eu não modificar e ler muito mais, não conseguirei seguir livremente.
Portanto, além de tentar decifrar o que é o "novo normal", tenho de entender que as mudanças são para me ajudar a seguir como todo mundo, pois o "antigo normal" era viver em eterno estresse, correria, viajando, saindo muito, conhecendo pessoas, sem impor limites, agora tudo há de ficar mais fácil, então, vou indo, escrevendo aqui as coisas que me são importantes no momento, ficar em casa, ler, assistir bons filmes, pensar, repensar e não deixar a Vida me assustar!
Façam o mesmo meus queridos amigos, eu não preciso batalhar por um bom emprego, mas os jovens terão e estudar está sendo um desafio enorme para muitos, como todos sabem, desafios são os que não faltarão!

Ivone







quarta-feira, 17 de junho de 2020

Pensar faz isso comigo!

"A felicidade não é o prêmio da virtude, mas a própria virtude; e não gozamos dela porque reprimamos os impulsos viciosos, mas pelo contrário, porque gozamos dela, podemos reprimir os impulsos viciosos."  Baruch Spinoza
Sem nenhum esforço achei essa frase quando procurava algo que me pudesse fazer entender porque queremos definir felicidade, pois há muitos que dizem que a felicidade não é desse mundo, que não está nas coisas materiais, que a encontramos em nossa alma, em nossa liberdade. 
Acho mesmo que é na liberdade, pois se podemos ir e vir em momentos que antes eram dados por normais, hoje se diz que a normalidade virá em forma nova, não consegui entender isso, "novo normal", como novo normal?
Ainda penso em como que é ser normal e anormal?! Sem resposta, não há quem possa responder essa questão.
Li a frase  de Spinoza por estar procurando entender se foi ele mesmo que escreveu o texto sobre o Deus que ele acreditava, descobri que ele não escreveu o tal texto "O Deus, segundo Spinoza".
Pensar faz isso comigo, pois ainda tenho em minha mente e alma a vontade de entender a Vida, difícil demais, sentir ainda é o que me faz me encontrar e reencontrar, pois me guio mesmo é pelos sentimentos, sejam eles bons ou ruins, pois todos temos sentimentos ruins, nem digo em relação as outras pessoas, mas aquelas sensações ruins de que algo não vai bem, as energias, os medos, apesar que muitas vezes o medo é nossa proteção e estamos em uma fase tão ruim, mas tão ruim que, em meu modo de sentir, nem quero pensar nessa fase!
Torcendo, como todo mundo, para que passe o mais rapidamente possível, tomara!
Enfim...
Continuo desejando que todos estejam bem e se precavendo, enquanto não se achar a cura e o antídoto, ficamos todos subjugados!
Ficar em casa se possível, se não for possível, pelo menos tomar os cuidados recomendados pelas autoridades sanitárias!

Abraços sempre bem apertados!

Ivone


sábado, 13 de junho de 2020

Cuidem-se! Abraços sempre bem apertados!

Lendo jornais como é o meu hábito, penso e repenso sobre muitas coisas que estão acontecendo, percebi que a pandemia é a inspiradora de muitas artes que surgirão daqui pra frente.
Alguns escritores estão usando vários formatos e procuram inspiração nessas novas sensações!
Como todos os que gostam de escrever sabe bem que a literatura toma mais tempo do que outras artes para refletir sobre o tempo presente.
Crônicas à parte, a pandemia começa agora, porém, já há trabalhos literários tomando forma.
Já foi lançado um livro em fim de abril, ,não li, mas estou mencionando aqui, "Ana de Corona"Gisela Mirabai.
Na poesia há o poeta paulistano  Lucas Lins que escreveu várias poesias em um livro, " Poesia Para Matar o Corona", também não li e nem sei se lerei, mas menciono por ver que, agora todos se inspirarão nisso para expressarem seus sentimentos, até eu aqui em minhas divagações, pois é, vamos indo vendo até quando aguentaremos sem morrer ou pirar!
Sei que é serio, mas temos de tentar pelo menos nos mantermos ocupados, eu limpo casa, cuido de tudo, leio muito, rio algumas vezes, pois sempre tive bom humor, mas confesso, nem em sonhos quero pensar em pegar esse horrível vírus!
Acho que quem está lendo aqui, também está se cuidando para que não aconteça, mas não fiquem muito estressados, pois o estresse baixa a imunidade, respirem fundo, pensem em coisas boas, leem e assistem bons filmes, quem sabe ajuda?!
Cuidem-se! Abraços sempre bem apertados!

Ivone.

quinta-feira, 11 de junho de 2020

A Vida é feita de experiências!

Quando percebo que minhas observações podem ser corretas, as chamo de intuitivas, porém,  mesmo assim as investigo com cuidado para não cair no erro de tirar conclusões precipitadas, sinto que as fantasias e as intuições,  muitas vezes se confundem com facilidade.
Estamos vivendo em um momento muito delicado, o mundo todo passando por mudanças radicais, estaremos em pouco tempo percebendo que, tudo o que achamos, não passará de achismo.
Há muitas mudanças ainda para serem enfrentadas, tanto ns vida social quanto na  vida privada.
Muitas mulheres estão tendo problemas em se  cuidarem sozinhas, pois sem cabeleireiros, sem as academias e muitas coisas que aos poucos estão voltando, mas até tudo se normalizar ainda pode demorar.
Minha mãe era modista, costureira de alta costura e com ela aprendi a costurar, posso fazer minhas roupas numa boa.
Fiz curso de cabeleireira e sempre cuidei sozinha dos meus cabelos e unhas, portanto isso não me afetou,  corto meus  cabelos de olhos fechados😂.
Estudei Contabilidade e sempre trabalhei por conta própria, sempre fui empreendedora, com meu marido e meu irmão como sócio.
A vida sempre foi muito generosa para comigo, só tenho que agradecer, hoje aposentada, mas mesmo assim sempre disposta a aprender cada vez mais, nada de idade, sentir a vida  e ser feliz não tem nada disso.
Mas sei bem o que é empatia, minha sensibilidade mediúnica me faz perceber todas as coisas ao meu redor e mesmo em distâncias, mas sou uma pessoa que não segue religiões, sem nada contra os que seguem, por isso sempre digo, abaixo o preconceito e o racismo, temos de viver em novos tempos sem essas máculas que em tempo já  deveriam ter deixado a humanidade!
Vamos seguindo, a vida é feita de experiências, se estamos passando por tudo isso é por haver algum motivo que não conseguimos entender ainda, espero que tudo há de melhorar, sempre há tempo para se aprender, seria bom se fosse ainda por aqui, nesse mundo enquanto  vivemos, para levar daqui a liberdade de termos tido uma boa estadia nesse Planeta que, por um tempo bem curto pode sentir e agradecer uns momentos sem o homem ultrajando sua Natureza, pois em três meses mais ou menos, até os animais se sentiram felizes sem o homem por perto!
Divaguei um pouco, mas foi bom escrever aqui, a saúde é importante, sem ela nada feito, ou se morre ou se vive de qualquer jeito se a perdemos,  ficar em casa ainda é a melhor política, quem quer sair ou precisa, tem de ter a conscientização de que o perigo está ainda rondando todos nós, mesmo com o fim da quarentena!

Ivone










segunda-feira, 8 de junho de 2020

Minha forma sutil de ver a Vida!

Amo pensar, repensar, analisar para errar menos, mas tudo na leveza, sem cobrança de mim mesma!
Não uso muito frases para desenvolver meus textos, mas algumas me servem de inspiração:
Eis aí!
"Eu gosto de catar o mínimo e o escondido. Onde ninguém mete o nariz, aí entra o meu, com a curiosidade estreita e aguda que descobre o encoberto". Machado de Assis
Ah, essa frase vem a calhar ao meu modo de ver e olhar, olho a vida com sutileza, sem me intrometer, sem que ninguém perceba observo pra valer, leio tudo o que me chama a atenção, me diz algo, me ajuda a entender melhor o viver, o estar aqui, o por quê disso e daquilo, o mínimo e o escondido como escreveu nessa frase acima o grande escritor que dele já li tudo, desde o tempo de estudos, aprendi muito a pensar, a viver e a me autoconhecer! 
Minha curiosidade me leva aos estudos, não sei nada desse mundo, nem sei de mim, até penso que sei, mas não, cada dia há algo a me ver em diferentes pareceres?!
Diferentes pareceres dos que em minha vida entram, entram por eu deixar, por eu permitir, quero viver e aprender, é assim que se vive e se aprende, deixando "todos entrarem", depois vou indo, aos poucos percebendo e sentindo, sim, sentindo o que me faz reagir e de que forma?!
Prazer de viver comigo crescendo, em mim encontro meu "eixo", em mim sinto firmeza ao olhar por todos os lados, sem nenhum preconceito formado!
Quem quer que seja que vem ao meu encontro dou essa liberdade de aproximação, estudo tudo, nada sei, estudo, aprendo? Não sei, vou indo vivendo!
Vivendo e tentando aprender, para o meu bem, só para o meu próprio bem!
Quem sabe com isso possa também ser para o bem de todos os que fazem parte do meu viver, do meu mundo, da minha Vida!

Ivone

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Bodas de Heliotröpio!

Dia 29 de maio de 1971, eu, com 22 anos e meu amado com 23, olhamos um para o outro e fizemos a jura de amor eterno diante de Deus!
Nosso casamento, que até hoje  está firme a inabalável,  eis o amor, amor de verdade!
Hoje, 49 anos depois,  com o amor e a familia, estamos nos sentindo realizados!
Que venham mais e mais anos felizes pela frente!
Parabéns para nós,  meu amado marido,  pela Bodas de Heliotrópio!
Heliotrópio é uma pedra cujo nome tem raiz grega, significa trópico solar.
Que seja sempre as energias positivas da vida, nossos guias!
Compartilho com amigos esse nosso amor e viva o amor, esse sentimento imbatível que move minha Vida que, agradeço imensamente por isso!

Ivone e Leonaldo (meu Nardo) 


quinta-feira, 21 de maio de 2020

Lembranças de momentos recentes!



 


  1. Saudade desse mar, " meu mar", passeio no fim da tarde! Quando poderemos de novo?! Foi em dezembro de 2019, nem imaginava que iria ter de me afastar do " meu mar"!

Acho que é por esses momentos bem vividos que vale a Vida, sentir que tudo é efêmero, tanto as coisas boas quanto as ruins!
Acredito piamente na Vida, ela sempre nos ensina que devemos valorizar cada segundo, seja ele o que for, pois tudo passa, mesmo que demore!
Seguiremos, quem sabe tudo isso tenha mesmo algo de bom no final, tomara!
Abraços apertados meus queridos amigos, aos poucos venho aqui e posto algumas coisas, para não desanimar e nem deixar a Vida parar!
Cuidem- se todos muito bem, ainda o melhor é ficar em casa!

Ivone.

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Levar a sério a Ciência, tudo na vida é isso, Ciência!

É na monotonia do dia a dia que acontecem coisas maravilhosas que, infelizmente, passam despercebidas, porque os olhos estão voltados na direção de quimeras, objetivos fantásticos, mas de improvável realização. 
A vida me encanta, pela maravilha de sua manifestação e pelo misterioso funcionamento, como eu amo sentir a vida, objetiva e subjetiva; tudo isso que percebo é um complexo e eficiente sistema de distribuição e amortecimento da Vida de todas as vidas!
Quando chega a se tornar disponível para mim e para meus semelhantes, pois tudo nos foi dado, mas nem sempre tivemos tanto tempo para perceber esse maravilhoso acesso à Vida!
A Vida de minha vida de forma imediata e direta se conecta à fonte original e, por isso, requer de mim mais destreza e adaptação.
Poderíamos todos perceber que, se cada um de nós déssemos alguns dias, talvez menos de um mês, com o total afastamento e levado bem a sério, afastar de vez esse microscópico vírus que, se não fossemos seu hospedeiro, morreriam em poucos dias!
Aqui eu de novo, tentando entender porque o homem é tão frágil, tão sujeito a todos os tipos de infecções, precisamos levar a sério a Ciência, tudo na vida é isso, Ciência!

Ivone




quinta-feira, 7 de maio de 2020

Vida é movimento, até no aconchego dos lares!

Eis que me vem a esperança,
de que a Vida vem com tudo, 
o que me encanta e me tira do marasmo,
pois até aqui sempre o que me guiou 
foi a maravilha de crer na manifestação da Vida,
embora ela seja movimento,  
mas esse podemos ter em todos os lugares,
até no aconchego dos lares!
O misterioso funcionamento, seja de uma galáxia,
de um sistema solar, dos planetas,
aqui, a Terra com todos os seus reinos da natureza,
objetiva e subjetiva, tudo o que percebo 
é um complexo e eficiente sistema de distribuição 
e amortecimento da Vida de todas as vidas!
A Vida da minha vida e a de todos os semelhantes
e diferentes também está vindo com amortecimento 
e a sensação de que, se tomarmos os devidos cuidados,
será metabolizável e o tempo
que é o que nos tira a paciência, poderá, com essa 
técnica de sobrevivência, 
nos levar ao sucesso! 
Cada qual por si, cada qual em si, 
cada qual com a responsabilidade 
de escolher se quer viver ou morrer!?
Eu quero viver, sei que vou morrer um dia, 
mas não quero que seja
por essa via, 
a da pandemia!

Ivone







segunda-feira, 27 de abril de 2020

Paz e Equilíbrio!

As palavras proferidas sem pensar criam situações inimagináveis, não há como recolhê-las depois, portanto o momento agora é de tentar a paz e o equilíbrio!
Cuido para que minha alma tenha equilíbrio interior para não proferir nenhuma palavra dita em momentos incertos.
O cansaço dessa situação, que nem em sonhos imaginaríamos, me dá e sei que em todos também, uma sensação de ansiar encontrar a paz, a normalidade, mas ao mesmo tempo, sabemos que isso não vai ser assim, com a rapidez que desejo e que todos desejam também!
Como poder dizer o que se sente diante dessa experiência?
Observando como tudo é para todo mundo, que a vida é complexa e até pode parecer desequilibrada, que o medo pode nos fazer adoecer, mas sem medo podemos sim é morrer, agora o medo é útil e temos de ter, vamos temer sim, pois sabemos que iremos morrer um dia, mas há tantas formas para isso e acredito que todos devem estar sentindo esse terrível medo da morte, por saber como será se não nos cuidarmos, portanto não há outro assunto, infelizmente não há, vamos nos cuidar, ficando em casa!
Ando fazendo de tudo para os dias passarem bem, cuido da minha casa, assisto filmes, leio livros, meu marido e eu, meus filhos e netos estão bem também, nos dando todo o amor que é ainda o único sentimento que nos anima, administrando com destreza!
Cuidem -se todos, cada qual pensando em si e nos que lhes são caros!
Abraços sempre apertados com energias redobradas de carinho e amor!

Ivone




domingo, 19 de abril de 2020

Abraços apertados de forma virtual, com muitas boas energias para todos!

Viver e expressar a Vida, sentir que tudo isso vai passar, mesmo que demore, vai, com certeza vai!  
Também vai deixar marcas, recolocações das ideias, reaprender a se relacionar, pois isso tudo vai fazer todo mundo que, com cuidado está vivendo, continuar ainda por algum tempo!
Lapidando muito mais a minha forma de sentir a Vida, já tinha essa sensibilidade, agora muito mais, pois estando mais comigo mesma, isso é algo difícil, tanto pra mim como para todos que gostam de ter vida social, sair sempre que o dia amanheça ensolarado, caminhar nos parques livremente, hoje faço em casa mesmo, é diferente, parece que não ajuda muito, mas se acostuma com tudo, o ser humano é bem flexível, se adapta!
Nesse pandemônio da pandemia não se pode sair abraçando e beijando gente por aí, é contraindicado, mas podemos mandar abraços apertados, eu amo mandar abraços apertados pra todos os amigos virtuais, agora os presenciais também estão recebendo bem assim, acredito que a mente é poderosa e as energias são tanto quanto eficientes!
Só importa no momento é que eu viva e continue desejando que todos possam também viver, se a única opção do momento é o isolamento, então vamos fazer o sacrifício para o mais rápido possível possamos sair disso!
Amigos queridos, se cuidem, façam tudo direitinho, quero sempre ter o prazer de poder estar com todos nessa jornada difícil, o mundo todo, quem poderia imaginar isso?!
Abraços bem apertados em todos, com todo o meu carinho!

Ivone.




domingo, 12 de abril de 2020

Nada fica se eu não quiser!

Tudo na vida passa, nada é ou será igual, hoje está aqui e o agora é real, seja ele bom ou não, mas é o que nos faz reagir, perceber e sentir! 
De vez em quando faço umas rimas até por aqui, onde meu blog é só de prosa, pois lá no "Poemas sem peias" eu gosto mesmo é de poetizar! 
Às vezes nem acredito que já tenho doze anos de blogues, (os dois que administro em perfeita sintonia, um poema lá e uma prosa aqui), enfim viver é isso, nunca interrompi por nenhum motivo as minhas postagens, escrever é mesmo o meu grande prazer! 
Na minha mente e coração ficam gravados as impressões, somente ficam as que eu decidir, posso fazer isso ao refletir, nada fica se eu não quiser, mas isso eu consegui com a vivência, mas se tem uma coisa que é do meu espírito, não gosto de comentar nada que não seja para elevar as almas dos meus leitores, para isso tenho muitos bons mentores que me dão as dicas e eu desenvolvo as ideias e assim cumpro o meu dever, meu dever de médium que sempre recebeu tudo de bom, preciso compartilhar para que minha alma, em estado de graça, tenha sempre inspiração, pois o mundo tem tudo de bom, só precisamos aprender a sentir e perceber! 
Viver requer coragem, vontade, eu tenho, ah, se tenho, vivo e deixo viver, algumas vezes eu digo aos meus entes queridos e amados que não sou mais mãe, nem avó, nem nada, só sou amiga que vibra com o sucesso de cada um deles!
Digo que os meus entes queridos são espíritos que foram colocados em meu caminho para os amar e os incentivar a serem livres e felizes e são, mesmo longe de mim estão sempre bem aqui, dentro do meu coração!
Ah, o amor, é a ele que devo toda a minha gratidão, o amor é mesmo o que move, o que faz a vida fluir e tenho comigo um verdadeiro amor, meu amado marido, juntos somos a força, estamos unidos vendo os nossos amados sendo felizes e criaram as famílias deles na mesma "vibe"! 
Não tenho o hábito de escrever sobre minha vida, pois sou exatamente como escrevo, os que me conhecem sabem! 
Obrigada sempre pelo carinho das visitas e amáveis comentários por aqui, seja quem for é sempre bem vindo! 
Obrigada, obrigada e obrigada! 

Ivone

terça-feira, 7 de abril de 2020

Só om paciência se pode alcançar a vitória!

Minha análise panorâmica da crise da pandemia no momento é que ela registra o escancaramento da inaceitável desigualdade socioeconômica que corrói nossas potencialidades de nação desenvolvida e cidadã.
Com esse escancaramento a " invisibilidade" das favelas e a imensa quantidade de pessoas que moram nas ruas estão aí, precisando ser vistas, socorridas e ainda bem que há os socorristas, pessoas dispostas a ajudarem e ajudam, essas pessoas me dão a certeza de que o ser humano é mais do bem do que muitos dizem serem a maioria má!
Agora quem sabe a lentíssima transição para a digitabilidade possa alcançar toda população com o trabalho feito em casa, (home office).
As forças das crises nos dão muitas dimensões, entre elas, aprendizados, oportunidades, finitude, pois não duram pra sempre, ainda bem!
Que esse novo mundo seja lugar de cooperação, solidariedade, sustentabilidade.
O objetivo sempre é alcançar a vitória, mesmo que demore, pois sem vitória não há sobrevivência e creio que haverá sobrevivência se fizermos o que for necessário, no momento o necessário é não nos aglomerarmos para tentar conter a contaminação em grande escala para que o serviço de saúde possa não entrar em colapso, não temos lugar pra todos serem atendido, pelo menos aqui em São Paulo, que está um tristíssimo quadro!
Haveremos de superar, que possamos ter paciência, só com paciência se pode alcançar a vitória!

Ivone.

quarta-feira, 1 de abril de 2020

01 de Abril, hoje não é só o dia da mentira!

"A melhor alternativa é buscar como fonte aqueles que têm compromisso com a verdade e, geralmente eles estão nas universidades e na imprensa de qualidade". Cientista político Malco Camargos
Hoje é um dia que deveríamos lembrar, primeiro de abril de 1964, com um golpe militar que encerrou o governo do presidente democraticamente eleito João Goulart, também conhecido como Jango.
Não quero dizer como foi, só quero lembrar que, a Democracia sempre está correndo riscos, pois há quem diga que a volta da ditadura militar deveria se instalar, enfim...
Só quero dizer que, quem viveu naquela época sabe bem como foi, eu tinha só quinze anos, estudante, vi como eram controlados todos os meios de comunicação e os estudantes pisoteados pelos lindos cavalos dos militares.
Vi, senti, presenciei medos sem fim...
Agora há de se ter muito bom senso e estudar todas as informações que nos chegam, aprendam a pensar por si mesmos!
Acho que dei o meu bem sutil recado!
Há quem diz também que foi "contra golpe", quem pensar e ler nas boas fontes, vai analisar com capacidade de acertar e ter suas ponderações!
Sigamos em frente, ainda bem que hoje se sabe tudo o que acontece, ainda bem, pois assim podemos tomar as decisões com liberdade!
Hoje não é só o dia da mentira!

Ivone.

segunda-feira, 30 de março de 2020

Cada qual fazendo o que é preciso, ficar em casa se possível!

Sejamos o mais breve possível em nossas falas, para evitarmos sermos mal interpretados!
Momento de recolhimento, sinto que, até minha força habitual de dizer tudo o que penso tem de entrar em quarentena, embora sempre eu me preocupe em não ferir e nem melindrar ninguém.
As liberdades individuais só podem existir se submetendo às necessidades do grupo, do todo, não aos nossos caprichos!
Acho que se conseguirmos sair dessa pandemia, seremos melhores, mais educados, respeitadores, eu sou educada e respeito, mas aprenderei a ser mais tolerante aos que não o são!
Cumpro minhas tarefas no período da manhã, para quando a tarde chegar eu esteja bem leve para sentir, perceber, ver, analisar com ponderação e tentar não me estressar e assim agregar harmonia aos que de mim se aproximam!
Investigo todas as informações, pois se eu passar para a frente algo que não agrega bons fluidos, não vale a pena, portanto minha presença é um foco de saúde, de bem-estar, de força e alegria, vamos nos alegrar para poder fazer as pessoas se acalmarem e terem a chance de se safarem dessa crise inigualável em nossos tempos, vamos sim sair dessa, cada qual fazendo o que é preciso, ficar em casa se possível!

Ivone.





sexta-feira, 27 de março de 2020

Venceremos essa pandemia, venceremos, venceremos!

Reduzo meu medo, sei que muitos não conseguem entender como eu possa ser calma em momentos assim, onde o medo impera e a doença acelera. 
O medo não é o principal orientador das minhas atitudes, já passei por doenças em minha infância a ponto de ter sido desenganada pelos médicos, minha mãe foi a que mais sofreu, meu pai era forte e seguro, me passava essa fortaleza. 
Cresci e estou aqui, já dizia à mim mesma em meu tempo de adolescência que, tive tudo o que seria doença de velhice, uma delas, pedra na vesícula, hoje em dia isso nem é problema, mas 50 anos atrás era!
Foi removida logo depois de ter nascido meu primeiro filho, eu só tinha 20 anos, meu filho nasceu e eu logo em seguida fui pra sala de cirurgia, às pressas, removeram o meu mal, nunca mais tive nenhuma dor, sarei pra valer e isso faz muito tempo, hoje em dia a medicina faz de tudo junto com a ciência para se curar todas as doenças!
Essa doença covid 19 causada pelo novo coronavirus está deixando o mundo todo em estado de alerta, muitos já morreram, estão pedindo para que todos que puderem, ficarem em casa, pois o vírus é eliminado facilmente com aguá e sabão, mas quando entram em nosso corpo ele toma a força de um leão!
Não vamos deixar o medo imperar, sei que haverá consequências muito graves na economia por aqui, mas se sobrevivermos ao vírus já poderemos dar por vencedores e poderemos sair da crise aos poucos, o mundo irá mudar, com certeza irá, para melhor! 
Sou otimista, não penso de forma otimista somente, afirmo todos os dias quando acordo, ( ainda bem que durmo bem), venceremos essa pandemia, venceremos, venceremos!

Ivone

terça-feira, 17 de março de 2020

Sucesso alheio!

Acredito que o sinal  da maior evolução humana seja a capacidade de se celebrar o sucesso alheio como se fosse o próprio.
A maioria é compassiva, até toma para si as dores alheias, se une nisso, é empática e assim nos passa a ideia de que a espiritualidade verdadeira seja isso.
Então aqui penso e digo, se se é feliz em ver o bem do próximo, sua prosperidade, aplaudir de verdade, até pode seguir o seu exemplo, que ao meu ver muitos dizem ser inveja, a inveja tem seu lado bom, se não se faz o mal e não se fica mandando pensamentos negativos aos bem sucedidos, nos elevam!
Nascemos para sermos bem sucedidos, tanto é verdade que trazemos isso desde o berço, podem perceber, as crianças adoram serem elogiadas, quando não recebem elogios pelos bons feitos delas, elas ficam decepcionadas!
As crianças são sábias por natureza, quem as estragam são os adultos "contaminados"(as piores contaminações não são só de vírus e bactérias)!
Portanto a real espiritualidade não é a do bom samaritano que ajuda os necessitados, embora seja isso uma atitude louvável, mas como que sinto, a maior espiritualidade é mesmo a de nos alegrarmos com o sucesso alheio, nos emocionarmos quando vermos pessoas conseguindo o sucesso, em todos os sentidos!

Ivone.





sexta-feira, 13 de março de 2020

Cada dia as coisas mudam, não se sabe mais nada, tampouco planejar, estamos de mãos atadas!

Sexta feira 13, e aí, quem crê que isso tem tudo a ver com sorte, azar, coisas assim?
Dá-se o nome de superstição a essas coisas de medos, mas também de sortes e há muitos enredos nisso tudo!
Eu amo mitologia, todas, a grega é a minha preferida, mas sei bem que criar sobre isso é somente uma forma de perceber que a criatividade faz parte da humanidade, pois a experiência da vida já é complexa o suficiente para se ficar agregando complicações.
Combater a superstição para não agregar ainda mais as coisas de ansiedades, até mesmo a ciência que investiga tudo não nos dá respostas, se ficarmos ansiosos com as expectativas achando que a ciência resolverá tudo, nem isso se pode ir de cabeça sem refletir, senão,ela, a ciência acaba virando também, uma religião!
A Vida, essa que nos dá intuitivamente o que se precisa para se aprender a se virar e criar, recriar todas as formas de nos arranjarmos, pois quem nunca ouviu falar de tantas outras doenças e guerras que assolaram a humanidade no século XIX?
Vamos sair dessa também, hoje muito mais facilmente, com todas as informações e claro, com muitas restrições, vamos indo vendo até onde iremos, torcendo para que, nada do que se está dizendo ,seja de previsões certeiras!
Enfim...esperemos e cada qual fazendo o que for possível e algumas vezes, quem sabe, até o impossível!
Divagando como sempre, acalmando minha mente, quem sabe a sua também?! Quem sabe?!
Cada dia as coisas mudam, não se sabe mais nada, tampouco planejar, estamos de mãos atadas!

Ivone.


segunda-feira, 9 de março de 2020

Divagando para não perder o costume, então, de volta de umas férias!

Sempre aprendi com exemplos, os primeiros que recebi foram dos meus pais, acho que as lições de vida que dão certo são as que podemos observar, sentir e perceber!
Meus pais quando se casaram,demoraram mais de dois anos para terem filhos, olha só, naquele tempo era quase que impossível se ver famílias com poucos filhos, sou eu e um irmão, nasci bem no fim da década de quarenta, em 1949 precisamente!
Hoje recordando toda a trajetória de minha vida, que com eles, meus pais, aprendi a valorizar, a sentir que, a olhar com atenção o que nos acontece, mas isso só se percebe com boa orientação!
Mas o melhor de tudo foi que, não aprendi por imposição, foi tudo por exemplos e exemplos dos bons!
Higienização mental ajuda também, engraçado que na vida tudo depende de higiene, agora mais do que nunca, com tantas doenças e o novo coronavirus, pois é, a doença não é nova, ela se modifica, então fica assim, vamos ir conforme se aprende, higienize as mãos, os ambientes onde costumamos transitar, além de ser bom nos dá a sensação de segurança que, como todos sabem, temos de ter autoimunização!
Isso nos dá leveza e bom humor, surpreendentemente como uma melhora no ambiente faz o estado de ânimo mudar!
Chegando de umas boas férias, mas não fiquei sem trabalhar, casa de praia é de se fazer cuidar!
Mas disposta estou e aqui novamente divagando com minha mente sempre, sempre mesmo em ebulição!

Ivone



quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Viver sem pressa e com muita disciplina!

A Natureza nos proporciona paz, sensibilidade, algumas vezes até uma boa fuga da realidade em que, com muitas coisas ruins que vemos, ficamos estressados e chocados, como a crueldade com animais, negligência do humano com os recursos da  Terra, falta de respeito com tudo o que achamos inadequado, preconceituoso, etc e tal!
Mas não sou de ficar falando ou escrevendo as balelas da humanidade, eu faço parte dela e da Natureza, sendo assim, só posso sentir que estamos todos vivendo inadequadamente por aqui!
A idealização de voltar no tempo e tentar ter de volta o que existia nos primórdios da Terra é algo que, se pensarmos veremos que se estamos no patamar da criatividade, nem daria para reprimir a natureza humana que faz parte da Natureza que por si se reinventa, pensei nisso ao ver em fendas nos viadutos da minha grande Sampa, os ramos de plantas por todos os buracos do concreto dos viadutos( que por sinal estão muito negligenciados)!
Não há como voltar a uma existência primitiva, renegando o que até aqui nos veio para fazer a vida ficar melhor e menos complicada, sendo assim o ser humano mais acertou do que errou.
Amo a vida que tenho, mesmo em megametrópole, embora adore ir aonde há natureza rica, mar, rios, matas, mas somente o tempo de descarregar as energias pesadas e voltar para o aconchego do meu lar, mesmo com todo o barulho que há, pois pra mim, tudo o que é demais cansa, silêncio demais sem ter como remediar, pois embora seja bom sentir, ver, ouvir os sons da natureza, também é bom ouvir o som do progresso, da cidade, de gente, adoro gente, exatamente porque, quando quero, posso escolher, estar com pessoas ou ficar a sós comigo mesma!
Equilíbrio seria o ideal, mas para isso é preciso ter mente e corpo são, faço de tudo para isso, daí procuro viver sem pressa e com muita disciplina!
É difícil? Sim, mas adoro desafios, os que eu mesma me imponho, obedeço minha intuição, nunca me deixou na mão!

Ivone





sábado, 8 de fevereiro de 2020

Meu cérebro ainda não perdeu o hábito de pensar!

"A leitura após certa idade distrai excessivamente o espírito humano das suas reflexões criadoras. Todo o homem que lê demais e usa o cérebro de menos adquire a preguiça de pensar." Albert Einstein
Sempre me vi diante de livros, desde menina, mas sempre lia com calma, refletindo e quando não entendia alguma palavra, recorria ao que muitos diziam do velho "Aurélio", "o pai dos burros", pois pensava muito bem no que eu lia, em questões de estudos, eu amava Mitologia, todas, mas a que me prendia era a Mitologia Grega.
As simbologias, mitos, tudo isso me fascinam, ainda amo ler, agora então, que não preciso muito de usar criatividade, já criei tudo o que precisei, fiz minha vida ficar interessante, não sou nada modesta, aquela coisa de dizer, (modéstia à parte é clichê) e posso dizer que, aprendi a pensar por ter lido muito, lia de tudo, livros, revistas e antigamente se assinava jornais e eu sempre fui assinante, estava sempre bem informada, hoje em dia, não se sabe mais se ler jornais, informa ou desinforma?!
Nunca me dei por literata ou sábia, mas é preciso que tenhamos nossos valores reconhecidos, não pelo mundo, mas  autovalorização é importante!
Sinto a alegria de estar fazendo de tudo para que minha vida seja sempre facilitada pela forma de pensar e resolver problemas.
Viver é um lindo dom, a frase de Einsten pode ser mesmo apropriada para o passar do tempo, leio ainda, mas não tanto, mas cá para nós, estou relendo um livro de Jorge Amado, Seara Vermelha, escrito em 1946, por incrível que pareça, as únicas diferenças são a ortografia da época e o cenário modificado,pois ainda vemos muitos brasileiros vivendo as mesmas misérias daquele tempo!
Meu cérebro ainda não perdeu o hábito de pensar!

Ivone

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Transcendência!

Muitas vezes fui surpreendida com coisas que eu não conhecia, isso me dava um fascínio incrível sobre a vida, mas ao mesmo tempo eu tinha que tomar cuidados, pois ao dizer sobre experiências transcendentais ou mediúnicas, as pessoas me olhavam com desconfiança, isso me deixava mal, não comigo, pois eu sabia muito bem de todas as minhas sensações, energias, as verdades que podiam me ajudar a viver bem comigo e com todos, pois fui bem orientada por uma pessoa que não esqueço jamais, minha tia de coração (hoje está no astral) esposa do meu tio, irmão do meu pai, era a melhor médium que eu pude conhecer, dava provas do que via, dizia, fazia, me ensinou a ser eu mesma e saber lidar com as dúvidas, sempre encarando a realidade, duvidar é bom, sempre foram as minhas boas defesas( não crer em tudo o que eu via e lia), mas somente no meu sentir! 
Minha família nunca foi religiosa, meus pais não me criaram em uma religião, mas meus avós paternos iam em missas(eram filhos de portugueses) sendo assim posso dizer que sou Católica Apostólica Romana não praticante. 
Minha mãe era filha de italianos católicos também, mas eles morreram cedo deixando-a com os irmãos mais novos para os criar, portanto foram lutas difíceis, mas se saiu bem, os criou e assim aprendi desde muito cedo a observar as coisas que acontecem nas vidas das pessoas. 
Mediunidade não tem mistérios, mas a vida sim, nem todos podem desvendar, tanto é verdade isso que estudaram tanto, até codificados foram as experiências mediúnicas e com espíritos, por Alan Kardec, não sou Kardecista, nada contra, nem frequento nenhum Centro espírita, mas é por eu ter meu modo de perceber a Vida, minha Vida!
A vida é interessante, acredito que há uma interligação entre os vivos e os mortos, trocam quando podem essas informações e isso não depende de fé, mas de capacidade de sentir, perceber, ouvir e ver, essas coisas são dons mediúnicos que são inatos, nascem com as pessoas, nem adianta lutar contra, eu nunca lutei, deixo a vida me dizer, ouço, coloco em prática, para mim sempre dão certas todas as coisas que me são mostradas, embora, como já disse e afirmo, não sigo nenhuma seita e nem centros espíritas, nada contra, somente gosto de estar em mim e sentir tudo para perceber a reação e estudar para tirar minhas conclusões. 
Algumas vezes até rio com tudo isso, pois conversar com "espíritos" é muito interessante, são invisíveis para muitos, mas para mim não, os vejo, os sinto, tanto estando acordada quanto quando em sonhos, literalmente dormindo, algumas vezes me esforço para lembrar dos lugares por onde vou, pois nem sempre consigo, passam uns filmes em minha mente como fleches, quando é assim é por eu não poder lembrar, "eles" me dizem que se eu me lembrar desses lugares, eu não irei querer voltar mais por aqui. 
Não sei como morrerei, ( sou muito saudável), mas sei como é morrer, já senti através de algumas comunicações de espíritos que morreram e precisaram se comunicar para se livrarem das dores que estavam passando no mundo espiritual, por ilusões é claro, muitos acreditam que ainda estão vivos, com seus corpos materiais, sentem dores, sofrem, enfim... Assim que eles se conscientizam e percebem a real situação, se libertam com uma rapidez do raio, é incrível isso, portanto quando escrevo sobre coisas que se diz de conscientização é porque só a conscientização nos liberta. Não me importo se as pessoas creem ou não, eu mesma não sou muito de crer sem ter algo que me faça ver, sentir e perceber, assim digo sempre, amo sentir a vida, a alma nunca me engana, ela sempre sabe e a intuição é a mais garantida das observações! 
Viver ainda é o melhor dom, sem nenhum preconceito, pois preconceitos só servem para travar as boas energias e dando lugar às más! 
Viver sem ilusão, "pois só se desilude quem se ilude", quem disse essa frase foi o saudoso Luiz Gasparetto,  com o qual aprendi muito e agradeço a Vida também por isso!

Ivone

domingo, 2 de fevereiro de 2020

A Vida é ação...

Sempre penso por mim, aprendi que na Vida, a minha que amo escrever com "V", para cada vez mais eu possa sentir que tudo o que busco sempre é motivado pelo bem, o meu e o de todos que me cercam!
Sei que escrevo o que sinto, pois aqui me parece um lugar onde posso explanar minhas ideias, sem ferir e nem magoar, não sou dada a discutir, tampouco a impor o que sinto ou o que penso.
Amo quando posso chegar aos corações dos amigos, visitantes de todo mundo, nem todos deixam comentários, tampouco me seguem, mas esse espaço é para deixar quem quiser vir e se sentir bem e feliz!
Sejamos todos felizes, pois a vida é tão curta, me dou por feliz por ter chegado até aqui, a velhice pode até me assustar, mas o que mais me assusta é não poder pensar!
A Vida é ação, movimento, sentimento, pensamento, eu por mim acrescento o agradecimento, pois a alma em estado de agradecimento enfrenta melhor os sofrimentos que são inerente a todos nós, seres vivente pensantes, que bom isso, que bom!
Aos poucos estou voltando a escrever por aqui, andei curtindo as férias de uma das minhas netas, passeando e juntas, as pequenas sobrinhas netas!
Adoro contato com crianças e jovens, com eles aprendo sempre, muito mesmo!
Abraços apertados são os meus lançamentos energéticos do bem para todos os meus amigos, presenciais, virtuais, os presenciais sabem muito bem como sou, agradeço sempre pelo carinho e amor!

Ivone 




sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

São Paulo, feliz aniversário, amanhã essa jovem dama fará 466 anos!

Hoje é o aniversário de 87 anos do Mercado Municipal de São Paulo, (adoro o mercadão, aliás, amo todos os mercadões dos lugares do Brasil)!
Amanhã será de São Paulo, cidade que amo, aqui nasci, cresci e se for do meu gosto, aqui morrerei!
Lembro -me muito bem de quando criança, meu pai me levava ás lojas de discos, livrarias, passeios em todos os lugares, pois ele queria que eu sempre me lembrasse do quanto São Paulo seria importante em minha Vida!
Ele era descendente de portugueses, nasceu em Minas Gerais, mas veio bem jovem para São Paulo e aqui se estabilizou, casou, teve o seu lindo casal de filhos, rsrs, eu e meu irmão, e todos juntos e misturados fizemos a vida ficar bem feliz, mesmo com os sobes e desces, pois o que importou mesmo foram os bons exemplos que ele e minha mãe nos deram!
É, precisaria de páginas e páginas para descrever o encanto que essa cidade ainda exerce sobre mim!
Mas como não há como ser assim, deixo somente o meu apreço por essa cidade que é meu berço!
Paulista Paulistana, com o coração em agradecimentos, sempre!


Amanhã haverá comemoração no Monumento à Independência, mas eu gosto de o visitar em dias tranquilos, no meio da semana!

Que lindo que é poder caminhar nesse lugar, adoro!
 Aqui uma foto que tirei do barro que foi construída a casinha do Grito!
 Foto e história dessa casinha, que é linda, ah, amo visitar!
Minha neta que, assim como eu, adora saber, ler e estudar sobre tudo! Minha linda!
Enfim, parabéns minha Sampa querida, com toda a alegria de ser paulistana de corpo e alma!

Ivone

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

A coreografia da Vida!

A coreografia das circunstâncias da vida, muitas vezes nos dão ansiedade e preocupação, essas ansiedades nos dão nos nervos e atacam nosso humor, mas, ah, temos a decisão de escolher, de poder viver deixando tudo o que vier de fora exatamente lá fora!
Amo poder escrever, nem sempre digo algo que possa fazer quem me ler, sentir a leveza que sinto, só posso sugerir!
Amo escrever em meu velho computador, pois com certeza as palavras que dedilho não ficam perdidas como em meu tablet ou celular, que com essa modernidade de corrigir, só faz embaralhar!
Amo teclar rapidamente, amo sentir que a minha palavra sai bem do jeitinho que escrevi.
A Vida passa, o tempo também, com eles os contratempos, que, com meu temperamento, levo tudo pro lado do bom humor, acho que por isso nasci no carnaval, pois é, dia de alegria, embora pagã como dizem os religiosos, mas o que importa mesmo na na vida é, estar em paz com a mente e a alma, isso, ah, sempre estou!
Então, nessa minha coreografia da Vida, posso até dizer que, nada é perdido, tudo tem sua razão de ser!
Então, como eu disse no meu poema lá, no "Poemas Sem Peias", vamos curtir o dia de hoje, que é o dia de Lua Vazia!

Ivone.


terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Adultos que pretendem continuar sendo tratados como crianças, são déspotas imperdoáveis!

Propriamente começando o ano, pois a Vida, pelo menos a minha, já deixou a infância para trás faz muito tempo!
Muito mesmo, porque eu aprendi desde menina a saber viver cada fase e tempo, na sua devida fase e tempo!
Digo isso por mim, pois cada um sabe bem de si, então percebi bem quando minha infância chegou ao fim!
Gostando ou não, entender isso pra mim foi fundamental para o domínio e saber quais seriam minhas responsabilidades fazendo uso dos próprios recursos para experimentar realizações de acordo com meus anseios íntimos!
Foi a melhor coisa, pois não prolonguei a infância, nunca amarrei outras pessoas em meu mundo adulto para continuarem a tomar conta de mim!
Com isso, até senti que teria de perder as pessoas mais importantes pra mim, em fase de querer que elas continuassem me protegendo, meus pais, amo me lembrar de todos os bons ensinamentos, de todos os bons exemplos, de toda a coragem que sempre tive e não temer viver!
Com isso também aprendi que teria de passar em frente esses bons ensinamentos, pois criaria filhos se os tivesse, os tive, um casal que hoje em dia nos dão a alegria de eu ter sido, com meu marido, bons pais, eles são totalmente independentes e criam seus filhos na mesma linha, assim é sucessivamente o caminho da vida! 
As crianças sendo nos confiadas pela vida, como todos sabem, o despotismo dos caprichos delas é perdoável, mas cabe ao mundo adulto a incumbência de modular essa tendência!
Então, cheguei a conclusão, para fazer pessoas que ainda não leram sobre isso, entenderem que, adultos que pretendem continuar sendo tratados como crianças são déspotas imperdoáveis!

Ivone.





sábado, 11 de janeiro de 2020

Obrigada a todos que comigo estão nessa linda lida da Vida!

Meus queridos amigos, agora que estamos já quase no meio do mês de janeiro, pois o tempo, ah, ele passa no seu tempo bem certinho, sem mudanças nenhuma, mas como vivemos em um mundo muito bem conectado, com tantas coisas para se ver e saber, quase nos parece que o tempo voa!
O Natal passou, o Ano Novo propriamente dito no dia do seu festejo com fogos e luzes, também, meu marido e eu, esperamos que tenhamos muitos mais anos pela frente para poder , assim, bem assim, juntinhos comemorarmos!
Costumo dizer sempre pra ele, que ele é meu eterno amor, minha netinha quando tinha 4 anos(que hoje é uma adolescente) me disse um dia bem simplesmente, "vovó ainda bem que você se esqueceu de "envelhar", rsrs ao olhar os cabelos brancos do avô, e os meus, ah, os meus, bem, são tingidos e agradeço imensamente quem inventou a tinta para cabelos!
Aqui uma prosa bem descontraída com a nossa foto atualíssima!

Abraços sempre apertados e muito energizados em todos, todos os meus amores que comigo estão nessa minha lida da Vida!

Obrigada, muito obrigada a todos!

Ivone

domingo, 5 de janeiro de 2020

Manaus, Rio Negro!

Encontro das águas, Rio Negro e Solimões!


Um mergulho pra espantar o calor!


Prainha 
 Quem disse que queríamos sair da água!
O Brasil é uma imensidão, essas férias foram em outubro de 2018!
Está na hora de voltar lá!
Lugar paradisíaco!
Alguns momentos relaxantes da vida, gostaria de poder viver só viajando, mas não dá, férias uma ou duas vezes ao ano, ah, isso sim, não abro mão, fazendo sempre " pé de meia" pra continuar enquanto ainda dá, antes da velhice propriamente dita, chegar!
Viu porque me dou muito bem com meu marido? Amamos a Vida do mesmo jeitinho, somos inseparáveis!

Fim das lembranças de férias, agora escrever, como tem de ser por aqui, com textos reflexivos, embora levitando em brancas nuvens!

Ivone.

Chapada Diamantina. BA












As plantas do lugar, lindas, adoro fotografar, não sou fotografa, mas arrisco a tirar fotos para ter essas lindas recordações!
Fotos tiradas nas férias de junho de 2019.

sábado, 4 de janeiro de 2020

Parque da Independência!

Quando São Paulo fica vazia, dá pra se ver e rever lugares bem perto aqui de casa e sem nenhum estresse!

Parque da Independência!
Eu, ah, como amo minha Sampa, pareço turista na minha cidade!

 Casa do Grito!
 Meu amado marido!
 O Monumento da Independência, onde estão os túmulos de D Pedro I, Maria Leopoldina, Amélia! 
Postagem relaxante, saindo um pouco dos textos reflexivos, só por alguns dias, assim também continuo de certa forma em férias!

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Feliz Ano Novo, de novo!

Com essas lindas fotos que começo meu texto de volta ao blog, praia, natureza, as lindas corujinhas no coqueiro, pois sentir a vida tem seu benefício, para os olhos e para a alma!
Itanhaém SP
Manhã de sol, pista de caminhada, eu revigorada!
Essas corujinhas, eu as visitava todos os dias, a mim pareciam que me ouviam, que me viam, me sentiam, pois elas não podiam descer do coqueiro, muitas pessoas passando e as assustando!
Sentir cada momento é o prazer de minha vida, agradecer então, eis o meu prazer, pois com coração agradecido a vida fica mais leve e sentida!
Tomara que essas lindinhas corujinhas ainda estejam por lá quando eu voltar, pois a cada semana as coisas mudam e elas, também poderão se mudar!

Ivone. 

PS. Meus amigos, obrigada pelos votos e assim que der vou indo revisitando cada um!
Desejo de coração que todos tenhamos um lindo e Feliz Ano Novo!