TRANSCENDÊNCIA.

Minha foto
Meu nome completo é Ivone Henriques Sato, sou casada e feliz por ter encontrado o amor em minha Vida com "V" MAIÚSCULO,como costumo dizer e escrever, aqui deixo meus pareceres sobre a Vida, minha linda e amada Vida que ganhei de presente. Sim, de presente, viver é mesmo um lindo presente, portanto agradeço imensamente, principalmente aos meus familiares queridos, meu casal de filhos, casados, felizes, meus netos amados, dois lindos casais, hoje estão ficando adolescentes, eu, ah, sou uma sexagenária feliz da vida!!!

quarta-feira, 27 de abril de 2016

"Se todos os nossos infortúnios fossem colocados juntos e, posteriormente, repartidos em partes iguais por cada um de nós, ficaríamos muito felizes se pudéssemos ter apenas, de novo, só os nossos." Sócrates

Nunca, em momento algum devemos reclamar das nossas desventuras, mesmo porque, como disse o filósofo, se olharmos para trás e/ou dos lados, veremos que há muitas coisas bem piores, pois quem está na vida está para viver e quem disse que viver é fácil? Não é, não trazemos um mapinha, um GPS que possa nos mostrar com exatidão os caminhos que teremos de percorrer.
Não, mas acreditem ou não, quando se tem fé de que há algo a nos ajudar, nos dar intuição e com calma é que se pode "ouvir" a voz da alma!
Cientificamente já está comprovado que, quando estamos nervosos e agitados, não podemos perceber nada a nossa volta, depois de algumas horas de calma vem as ideias e até dizemos a nós mesmos, "porque não percebi isso antes", sei que é assim, em tempos passados eu tinha que usar a mente para criar, para fazer a minha micro-empresa prosperar, foram anos difíceis a enfrentar, tão difíceis que hoje até digo que o que estamos passando é "fichinha", imaginem só, o Collor sequestrou todo o dinheiro que meu marido e eu e mais um sócio, tínhamos no Banco estávamos com uma micro-empresa (metalúrgica) repleta de serviços feitos e para entregar e os clientes sem dinheiro também para nos pagar?!
Minha mãe teve um enfarto em consequência disso, nem pude chorar a morte dela, tinha de dar um jeito de trabalhar e fazer as coisas acontecerem, a fé na Vida é tudo, achamos saídas, embora com alguma demora, mas deu certo, tudo passou, na época eu chorava e nem imaginava que teria forças para vencer, portanto todos podem vencer todos os obstáculos, as crises estão aí, elas darão novos rumos, novas saídas!

Ivone

27 comentários:

  1. Olá, querida Ivone, boa noite,...verdade, a vida não é fácil e não dá para a comparar a nossa com a de ninguém...é claro, que de tantos infortúnios que temos na vida e mais os infortúnios das pessoas que convivem conosco, seria excelente se no final ficássemos somente com os nossos...mas,não é bem assim, pois, a junção de forças é que cristaliza a expressão sobejamente conhecida:juntos vamos mais longe e assim venceremos mais essa crise...
    como vcs venceram aquela na época do Collor...Obrigado pelo carinho, belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Felisberto, lendo aqui o seu comentário tenho de concordar, pois só podemos ser felizes quando há pessoas felizes ao nosso redor, eu amo ver pessoas felizes, sendo assim só posso mandar energias positivas para que, a crise passe o mais rápido possível e as pessoas voltem a ter seus empregos, suas capacidades de consumo e fazer de novo a Economia andar!
      Felicidade é tudo o que todo mundo quer!
      Abraços amigo sempre querido!

      Excluir
    2. Olá,querida Ivone,ah sim...esqueci de mencionar... é muito difícil a dor de perder a mãe e eu perdi a minha ,também,e ainda sofro por não ter ela por perto...mas,é como disse, " deu certo, tudo passou, na época eu chorava e nem imaginava que teria forças para vencer",mas ,com fé e luta, vencestes...vencemos e agora,prontos para vencer,novamente! Belos dias,beijos!

      Excluir
    3. Meu querido amigo, você também ficou sem a sua querida mãe, é muito duro isso, meu filho vive me contatando para pedir ajuda, uma palavra, um carinho, embora distantes fisicamente, mas muito, muito juntinhos no amor, nisso eu adoro a internet, Skype em uma tela grande,rsrs, quero sentir que ele está em frente, podendo imaginar que está sendo tocado, ah o amor, o materno é mesmo o que não mede esforços!
      Abraços bem apertados meu querido, seu carinho aqui não tem preço, amei!

      Excluir
  2. Oi, moça! rsrsrs
    Eu conhecia essas palavras sobre "nossos problemas", só não conhecia o autor. Nobres palavras!

    Realmente nossos problemas são grandes, mas às vezes o caso é que a nossa perspectiva os redimensiona e os torna exagerados. Como você disse, por vezes falamos: "Por que não percebi isso antes?" Então, depois de um tempo, olhamos para o passado em nossa memória e vemos que superamos um problema atrás do outro e aqui estamos. Que isso nos ajude a ter a certeza de que vamos superar também os problemas de agora.

    Grande abraço, querida Ivone!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Lourisvaldo, iremos superar o mais rapidamente possível, todos unidos na mesma fé, eis o que se pode fazer nesse momento!
      No momento das crises, seja de quais forem, sempre são um tormento, incertezas, inseguranças, mas passa, tudo passa!
      Abraços apertados, obrigada pelo carinho da visita e comentário!

      Excluir
  3. Com fé e luta superamos todos os obstáculos que a vida nos impõe. Belo depoimento.

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que é assim, com fé e luta, não esmorecer nunca!
      Abraços apertados amigo Paulo, obrigada pelo carinho por aqui!

      Excluir
  4. Olá Ivone,

    Essa frase de Sócrates é muito verdadeira!
    Uma vez fizemos uma vivência em que cada pessoa escrevia num papel seu maior problema e depois esses papéizinhos eram dobrados e colocados numa urna.
    Cada pessoa então retirava um papelzinho aleatoriamente e lia o que estava ali.
    Ao final perguntavam se alguém trocaria seu problema pelo que estava no papel, e ninguém trocou!
    Sinto muito pela forma como viveu essa perda tão difícil, fico feliz por saber que conseguiu enfrentar e seguir em frente.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Cristiane, obrigada pelo carinho, sim, foram momentos tão difíceis que hoje encaro de forma leve todas as crises!
      Agradeço tudo e vivo sorrindo, viver é isso, superação sempre!
      Abraços linda amiga!

      Excluir
  5. Ivone,todos nós estamos enfrentando essa crise,mas eu creio e tenho fé que sairemos vencedores.
    Deve ter sido muito difícil enfrentar a perda de sua mãe e ao mesmo tempo ter que dar continuidade a uma situação tão delicada.
    Pensamentos positivos e esperança para enfrentarmos essa crise que o nosso país está passando,esse é o meu desejo para cada um de nós brasileiros
    Bjs amiga.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  6. Se pensarmos bem, Ivone, muitos problemas ou crises vêm para nos distrair nos momentos mais difíceis.
    Foi dolorido para todo mundo o confisco geral, no entanto, foi importante para suportar a dor maior da morte de sua mãe, você "precisou" se ocupar para não chorar.
    É muito difícil mensurar cada dor, cada um de nós tem uma história, à medida que superamos, vamos nos fortalecendo e aprendendo a lidar com as crises que são inevitáveis.
    O melhor de tudo é que você é uma mulher guerreira e enfrenta suas lutas feliz, porque no final tudo passa.
    Como você mesma nos disse, "estamos no fundo do poço", mas quanto mais terra nos jogam, ao invés de nos enterrarem, chegaremos à superfície.
    Quanto mais te conheço, Ivone, mais te admiro, obrigada!
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  7. Que beleza de depoimento.
    A luta existe mesmo, pra todos. Eu e meu marido padecemos nesta época, mas com fé em Deus e muito empenho, tudo passou.
    Deus sempre deverá vir à frente de tudo, é o que digo sempre. É Ele que nos dá forças. Amei!
    Abração com carinho!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo amiga Mariangela, temos de ter fé e força, pois há muitas coisas que nem sempre podemos interferir, a pior delas é a morte de pessoas que nos são caras, o resto acredito que dá para contornar, por mais que nos preparemos para a vida ainda não aprendemos a nos preparar para a morte.
      Hoje estou bem, aprendi muito, agradeço e percebi que isso é que é o segredo, estar em estado de agradecimento sempre!
      Abraços apertados!

      Excluir
  8. Na verdade, temos muito mais a agradecer do que reclamar da vida. Somente o fato de estarmos vivos já é motivo de agradecer a Deus. Se bem olharmos pra dentro de nós podemos verificar que temos mais do que realmente necessitamos.
    Obrigado por sua participação, com seus comentários. Tenho muito a lhe agradecer.

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Uma decisão que eu tomei foi de procurar não tomar nenhuma desição precipitada. Isso me ajudou muito, e vi a diferença. A vida é assim. Fiquei triste pela sua mãe e imaginei minha familia, pois sou muito apegada aos meus pais. Enfim, temos que ter forças mesmo. Beijos das meninas!

    ResponderExcluir
  10. Ivone, minha amiga
    Muito certas, suas palavras, que estão na linha das (longínquasssss!) de Sócrates.
    Recebi há dias um email lindíssimo duma amiga dos States que contava a história duma moça que ia num bus e reparou noutra moça, que ia sentada, belíssima, elegante, serena. A moça que ia em pé, sem querer, começou a sentir uma certa inveja da outra, e a perguntar-se porquê ela própria não era assim bonita. Quando o bus parou a moça sentada segurou as canadianas encostadas ao banco e, coxeando, saiu do autocarro, com um sorriso no rosto. Tinha uma perna mais curta e muito mais magra do que a outra.
    Entende a moral da história? Há sempre um mal maior do que o nosso, e só temos que agradecer aos céus o bem que temos e não reclamar por nossas dores.

    Votos de uma semana muito feliz.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida nos dá o que nos damos, cada qual precisa aprender a ser feliz com o que se é e seguir agradecendo, pois só o espírito agradecido consegue ser feliz de verdade!
      Abraços apertados amiga Mariazita!

      Excluir
  11. É isso mesmo, Ivone! Sempre muito bom ler suas palavras aqui, que nos Ajudam a Fortalecer nossa Fé! A Vida tem mesmo muitas surpresas, cada um com seu "pacotim" rs, e como vc disse, melhor nem reclamar de nada, pois se olharmos ao lado (sem culpa, mas com Consciência), realmente veremos situações muito piores. Sigamos com Amor e muita Gratidão! Beijos e beijos, bom dia! :))

    ResponderExcluir
  12. É verdade querida Ivone, naquela época, papai, mamãe e nós os filhos, passamos muitas dificuldades também, mas graças a Deus e nossos esforços superamos tudo.
    Com fé e trabalho superamos tudo.
    Um abraço cara amiga e felizes dias sempre.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite, querida Ivone!
    Ao ler seu post, me lembrei de uma fase da vida onde me foi sugerido fazer um balanço geral com pontos positivos a cada ano e tive uma surpresa fantástica... foi muito mais positivo do que negativo...
    Seu post me remeteu ao fato em 2000...
    Vc teve que superar a perda da mãe na marra... é assim que, muitas vezes, temos que enfrentar o novo e os desafios...
    Parabéns!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  14. Olá, querida Ivone.
    Esse pensamento tem muito de verdade. É facto que "nossos males são os mais graves", "nossas dores doem mais" - porque somos nós que as estamos sentindo, que as estamos vivendo e, vivemos consoante nossa própria personalidade: mais ou menos dada a "dramas"; vivemos consoante nossa própria experiência e o estado de espírito do momento - às vezes nem é o factor actual, mas um suceder de situações que enfraquecem a resistência e a sensibilidade por um fio, que nos fazem ir a baixo.
    Além de que, há vidas e vidas, há problemas e problemas.
    As coisas têm valores diferentes, não se pesam com as mesmas balanças.
    Há pessoas muito mal, em situação de horror, de tortura física e emocional; há pessoas vítimas de seus próprios familiares: filhos a agredirem pais, pais a matarem filhos, homens a dizimarem esposas e famílias inteiras; há famílias a fugirem de suas casas, de seus países, a fugir da morte, sem terem para onde ir; há pessoas a sofrerem de doenças tiranas que não os deixarão escapar; há pessoas que sobrevivem às doenças, mas arrastam-se em dores e padecimentos indizíveis; há mães que não têm pão nem feijão para por na mesa, pois perderam emprego e vêm as contas a amontoar e o raciocínio e amigos a fugirem-lhes...
    Tantas crises, tantas dores que não têm comparação, algumas delas não são mais que outras, mas são igualmente fortes. Outras, são falta de experiência das pessoas, neste sofrimento que é a vida.
    Muito bom tema, muito boa a mensagem, para fazer reflectir e aprender a usar "as balanças".
    um bj amg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Carmem, verdade isso que aqui comentas com toda a sua sensibilidade, concordo plenamente, sim, é preciso refletir muito sobre tudo e como dizes "aprender a usar a "balança"". Nunca julgo nenhuma situação, mesmo porque não tenho conhecimento de causa de todas as dores, mas há que se tentar nos colocar nos lugares das pessoas, não para vivenciar as dores delas, isso é mesmo impossível, mas entender pelo menos um pouquinho, sempre aprendo contigo minha amiga, tens uma visão vasta, isso é bom, nossa troca de conhecimento para mim é muito rica, muito mesmo!
      Te quero muito bem!
      Abraços bem apertados querida amiga!

      Excluir
  15. Estou passando para deixar
    um carinho e matar as saudades.
    Desejar um feliz dia das mães,
    Um Domingo abençoado.
    Se for do seu gosto deixei mimos
    na postagem.
    Beijos.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  16. Você como sempre nos trazendo textos maravilhosos que nos fazem refletir. Obrigado pela visita e seus comentários sempre inteligentes.

    Abraço

    ResponderExcluir
  17. Passei no seu blog para desejar um Feliz dia das mães para você! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  18. Oi Ivone,
    feliz dia das mães!
    abraços

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigada pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês em forma de carinho e para manter a amizade que pra mim é fundamental! Abraços apertados!

Ivone H Sato