TRANSCENDÊNCIA.

Minha foto
Meu nome completo é Ivone Henriques Sato, sou casada e feliz por ter encontrado o amor em minha Vida com "V" MAIÚSCULO,como costumo dizer e escrever, aqui deixo meus pareceres sobre a Vida, minha linda e amada Vida que ganhei de presente. Sim, de presente, viver é mesmo um lindo presente, portanto agradeço imensamente, principalmente aos meus familiares queridos, meu casal de filhos, casados, felizes, meus netos amados, dois lindos casais, hoje estão ficando adolescentes, eu, ah, sou uma sexagenária feliz da vida!!!

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

ALMA EM ESTADO DE REALIZAÇÃO, EIS A MINHA, EIS O QUE É PODER AQUI ESCREVER ISSO SEM NINGUÉM PARA INTERROMPER!

Como é gratificante poder estar aqui escrevendo, eu que sempre gosto de dissertar sobre tudo, sobre a Vida, minha Vida, principalmente, pois se falo de mim o faço como se estivesse conversando com alguém muito importante, você, sim, você que me dá alguns minutos do seu tempo lendo por aqui!
As pessoas não querem mais parar para ouvir, pior ainda, nem ler, pois é, muitas pessoas nem gostam de ler!
Eu adoro ler, conversar, ouvir, sim ouço sempre o que as pessoas têm a dizer, pois sempre aprendemos algo com cada ser que aparece em nosso caminho, pelo menos eu penso assim. 
Observo algumas vezes quando pessoas falam e até ficam meio sem graça por nem sequer serem ouvidas, quando é comigo nem ligo tanto, não me deixo abater por essas coisas, tenho minhas convicções, minha Vida é boa e equilibrada, graças aos meus esforços em aprender a viver bem! 
Pois é, escrevo, assim ninguém me interrompe, se quiserem ler, tudo bem, se não quiserem, tudo bem também, pois tenho blog só para isso, poder escrever, me comunicar, não ganho nada mais com isso senão o prazer de ter amigos que pensam como eu, mesmo os que não pensam assim, mas respeitam meu modo de ser e viver!
Quanto a ler, ah, isso sempre faço, sempre leio muito, tudo mesmo, porque tudo o que aprendi em minha Vida foi assim, lendo, escolhendo o que gosto de ler, adoro aprender, adoro ciência. Lembro-me do meu tempo de escola, quando chegava em casa, fazia meus deveres e ia ler, lia em uma loja, era Banca de Jornais e Revistas, tinha até livros, eu podia ler de graça, pois tomava conta do estabelecimento até que minha madrinha e padrinho (eram os donos) voltassem quando tivessem de se ausentar.
Eu como era muito inteligente e educada, aprendia tudo facilmente, aprendi a vender, dar troco certinho, com isso fui ganhando experiencia, confiavam em mim, com toda a liberdade que eu tinha, pois eu sabia usar dessa liberdade, pois o que realmente eu queria mesmo era poder ler, livros sempre foram caros, em todos os tempos é assim, ainda hoje se paga caro por livros, ainda bem que há bibliotecas públicas que podem emprestar!
Não compro livros, pego emprestados nas bibliotecas, acho até que nem quero editar meus livros, pois sei que se for por uma editora que queira assumir as despesas essa vai cobrar de alguém, então sendo assim, livros são caros mesmo, escrevo aqui que fica bem mais barato, só o tempo que a pessoa tem para poder vir aqui e ler, isso é, se gostarem, se quiserem, pois não pretendo nada além do que estou fazendo agora, nesse momento, escrevendo!
Nada melhor do que poder ler, mesmo com a alta tecnologia, a internet, enfim, nada mesmo substitui o prazer de ler um bom livro abrindo suas páginas, sentindo o cheiro do papel, parando de vez em quando para refletir na leitura absorvendo assim a mensagem do mesmo, livros, ah, nada pode o substituir, nada! Que pena que é mesmo caro, no Brasil tudo é mesmo assim, cultura custa caro demais!

Ivone

(Divaguei, mas vai ser publicado por aqui mesmo assim)

5 comentários:

  1. Eu adoro vir aqui e ler tudo que você posta amiga Ivone.
    bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada minha sempre querida amiga, bem sabes que a leio também por prazer, seus poemas singelos, românticos e de grande beleza!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
  3. Ivone, você passa energia e amor à vida. É pessoa consciente e discorre sobre o que gosta de fazer, com naturalidade. Escrever, deixar nossos sentimentos gravados, é ótimo para quem tem amor por livros e palavras. Quem dera todos adquirissem esse hábito, pois através dele somos livres. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Ivone.
    As suas escritas são sempre bem prazeroso de ler. Eu também sempre gostei muito de ler, mas confesso amava romance, meus pais implicava com isso , a minha saudosa mãe dizia que por pensar em amor de conto de fada, nunca seria feliz no casamento rs, apesar de não ser completamente feliz, conseguir conviver com o meu marido ate o seu falecimento depois de 17 anos de casados. Ate hoje gosto de ler um bom romance.
    Um feliz dia.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ivone. também amo ler e escrever, e nem preciso dizer...
    Comprei um leitor de livros eletrônicos porque além de facilitar muito, os livros são bem mais em conta do que nas papelarias, sem contar o fator ecológico da coisa. Economiza-se espaço em casa e poupa-se árvores e dinheiro...

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigada pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês em forma de carinho e para manter a amizade que pra mim é fundamental! Abraços apertados!

Ivone H Sato